OUÇA PELA RÁDIO DIFUSORA DE ITUMBIARA "PLANTÃO POLICIAL" APRESENTAÇÃO JULIANO MORAIS !!!!!!!!
Home » » De acordo com jornal, Marconi teria quintuplicado patrimônio e omitido bens

De acordo com jornal, Marconi teria quintuplicado patrimônio e omitido bens

Postado Por: Web Rádio Cidade Gospel As segunda-feira, 4 de junho de 2012 | 01:32:00


O Jornal O Globo traz neste domingo uma matéria de capa, na qual acusa o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), de omitir a posse de cinco imóveis, em sua declaração de bens entregues à justiça eleitoral, quando se candidatou ao governo de Goiás. De acordo com o periódico, o governador goiano quintuplicou o seu patrimônio entre 1998 e 2010.

Em 1998, quando se candidatou pela primeira vez ao governo de Goiás, os bens declarados por Marconi Perillo somavam R$ 299,5 mil. Em 2010, o montante saltou para R$ 1,503 mi. De acordo com o jornal, este valor poderia ser ainda maior, caso o tucano tivesse declarado cinco imóveis que estão registrados em seu nome ou de sua esposa, a primeira dama Valéria Perillo.

O Globo realizou pesquisas em cartórios e apresenta a lista na reportagem. Um dos imóveis foi adquirido em 7 de janeiro de 2008, tem um milhão de metros quadrados e tem como um dos compradores, Marcelo Henrique Limiro Gonçalves, ex-sócio de Carlinhos Cachoeira na IFC, empresa que faz teste de medicamentos em Anápolis. O negócio está registrado no cartório de imóveis Pirenópolis (GO).

Além desta área, outras quatro foram citadas na matéria. Uma Chácara denominada João Leite, adquirida pela primeira dama Valéria Perillo em parceria com 12 pessoas e duas construtoras.  Um apartamento de 86,7 metros no edifício Jardim de Versailles, adquirido em 2001, que Marconi é coproprietário. A outra parte pertence a sogra do governador, Marly Jaime Peixoto.

Segundo a matéria, o governador ainda deixou de registrar a aquisição de uma área de 90,96 hectares. A terra foi comprada por Marconi em 2003, junto a sua sogra e cunhados. O imóvel foi adquirido pela primeira dama Valéria Perillo, que pagou R$ 70 mil. A outra posse que não consta na declaração de bens de Marconi é uma área de 43,75 hectares, em Pirenópolis. O governador adquiriu a gleba de terra junto ao seu irmão, Antônio Pires Perillo. Ainda foi omitido a posse de dois lotes no Alphaville Flamboyant.


Inegilibidade
O jornal afirma que além de omitir os cinco bens citados, o governador incluiu em declarações enviadas para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), bens que não lhe pertenciam legalmente. Embora o governador declarasse, desde 2006, ser proprietário de dois lotes em Alphaville Flamboyant, somente em 7 de julho do ano passado é que ele passa a ser o dono, de fato, dos terrenos. Documento do cartório de registro de imóveis da 4 circunscrição atesta que a escritura pública foi registrada em 9 de setembro de 2011, com a venda datada de 7 de julho do mesmo ano.

Sobre como os candidatos devem proceder em relação à declaração de bens, a procuradora eleitoral, Sandra Cureau informa que todo o patrimônio deve ser informado à Justiça Eleitoral. Segundo ela, omissões revelantes podem levar à rejeição da prestação de contas e até mesmo à inelegibilidade do político.
Compartilhe este artigo: :

Indique um amigo!

Usuarios ONLINE

contador gratuito de visitas

.

.

.

.

.

.

FRANGO BOM

FRANGO BOM

Departamento de Jornalismo

Departamento de Jornalismo
RÁDIO DIFUSORA 950 AM

ITUMBIARA 2016

ITUMBIARA 2016

.

.